9.5.08

a plenitude e o desamparo

Relicário, por Paula Manzo.




3 comentários:

Thiago disse...

de "Morte em Veneza" a "O Tempo Que Resta", cenas como esta me causam grande emoção. será que no seu filme o mar também é sinônimo desse retorno? (plenitude)

e por falar em pleno, hoje é o show do Rufus aí, certo? inveja, curta pois só durará dois dias, que aguardo com ansiedade.

bom show!

Thiago disse...

ontem me lembrei de você no show (como se te conhecesse...hahaha. falei com a Fernanda Takai que tinha visto o show e adorado, mas já havia ido muito bem recomendado pelo seu blog. e em seguida lamentei o Rufus não ter tocado uma música que ele tocou em Sampa. mas nem tem o que reclamar, pois o show foi sensacional e ele é muito simpático, foi muito educado com a gente (apesar da minha foto com ele ser a mais feia da história) e ainda cantou "Rebel Prince". noite plena.

e você, não vai postar algum comentário aqui?

paula manzo disse...

amo tanto.