9.3.06

Florida!!

(escrevo de um teclado onde nao consigo por acentos. leitores, esforcem-se na compreensao)

Do aviao, a lua na altura dos olhos. Ouvindo Wilco no iPod. Nao eh admiravel o mundo novo?


Em Miami, o taxista, um negro robusto, escuta uma radio onde um locutor, em tom inflamado, como que discursando para uma larga audiencia, brada: "This is the moment for black people! I don't know why, but that's it. The question is: can we turn this moment into momentum, and momentum into a movement?"

No saguao do hotel, acumulavam-se cerca de 70 pessoas, com muitas e grandes malas, todas tagarelando em espanhol.

No primeiro passo que dei na rua, um sujeito comecou a falar (acredito que para mim, ja que nao havia absolutamente mais ninguem): "Abajo Fidel!! No mas!! Cuba no quer Fidel!! Abajo Fidel!!"

Eh, minha gente, "Crash" eh aqui. E viva o Oscar!


Chego, entao, a Miami Beach, onde esta o hotel sede do Festival. Eles parecem felizes em me ver, ha muitos brasileiros, inclusive no staff. Me despejam nas maos uma sacola com tudo que se possa imaginar, entre informativos, camisetas, bones, catalogos, chocolates, garrafas da agua...

Me levam ao deck, onde ha uma mesa com Pepsi e Pepsi Light a vontade, a qualquer hora, muito bem auxiliadas por baldes de gelo. Ha pizzas, constantemente renovadas (e sao 5 da tarde!!), e ha de-li-ci-o-sos cookies. Comi dois. (Com o gentil oferecimento de nossos patrocinadores.)

Ha tambem cafes de muitos tipos. Starbucks, claro.

Anexada a minha credencial, que eles chamam de "badget" (sim, distintivo!), ha a agenda da semana. Hoje, uma festa em homenagem a Bob Marley (!!). Amanha, uma festa de drinks. Sabado, almoco a bordo de um cruzeiro e festa de encerramento a noite. Para entrar?? So apresentar meu "badget".

Alguns festivais, pessoas, sao feitos de fato PARA os "filmmakers".

Ah, mencionei que diariamente servem um cafe da manha (para os realizadores)?

Ah, e esse deck, onde tem pizza e refrigerante e cookie e cafe e, pelo que dizem, cafe-da-manha, esta a beira de uma piscina de 50 metros. Nao, nao eh figura de expressao! A piscina tem 50 metros de extensao!! E no fim dela, espreguicadeiras e redes estendidas em palmeiras. Tudo isso de frente para o mar, logo aqui, em South Beach.

E, nao, eu nao estou hospedado nesse hotel. Estou em Downtown Miami, a meia hora de um onibus com ar-condicionado BEM gelado, pela bagatela de U$1,50. Os quais, me disse a loira e simpatica Jenny, se eu pedir recibo me reembolsam.

Enfim, acho que eh esse o dia, por hora. Sao quase 6 da tarde e ainda vou assistir a dois filmes e comparecer, evidentemente, a Filmmaker's Party (Bob Marley Reggae Party), que esta aqui, a uma walking distance do Hotel-sede.

E, pra ficar melhor, dizem que a diretora do Festival "ama" (nao sao palavras minhas, atencao) "Alice". Sera?

Boa noite e boa sorte.

2 comentários:

Anônimo disse...

Rafael,

em primeiro lugar, parabéns pelo filme e espero por notícias da França! Em segundo lugar, você já deve ter sido informado de que sua carta para o Guia Folha na semana passada desencadeou a matéria-capa desta semana e de que, a partir deste dia, eles discriminarão, sim, a espécie de projeção dos filmes! E, por isso, não posso agradecê-lo suficientemente.

Thereza

marco disse...

me conta, as pessoas usam ternos cor-de-rosa?