11.3.06

Miami - parte 3

Coisas a se observar sobre (em) Miami Beach:

- O meu cracha de realizador tem, em letras garrafais, um FILMMAKER escrito. O de algumas pessoas na fila para as sessoes tem um FILM BUFF.

- Voce encontra uma pessoa no almoco, num dia. No dia seguinte, ela esta irreconhecivelmente vermelha, como se tivesse saido da guerra num deserto. O sol, aqui, eh forte.

- Conversa ouvida na rua (em ingles): "Ah, sim, o Festival eh muito bom. Exceto pela selecao dos filmes". Olhei pra tras e o cracha das duas pessoas conversando dizia: JURORS

- Na festa de anteontem a noite, aquela em homenagem a Bob Marley, a tantas um monte de homems passou carregando uma senhora em uma cadeira de rodas, fazendo barulho e tumulto. Parecia, naquele momento, que aquela senhora era alguem bastante importante. Era a mae de Bob Marley, carregada pelos irmaos do musico.

- Estou COMPLETAMENTE viciado em Raisinets.

- Todos os carros, em Miami Beach, sao conversiveis.

- Sabe todos os estereotipos que o cinema americano perpetua? Aqui, sao TODOS verdade. Voce anda em Miami Beach e soh ve pessoas para as quais ser rico, bonito, negro, musculoso, maquiado, bem vestido ou cafona nao eh o suficiente se isso nao for ostensivamente mostrado. Todas as mulheres parecem ter saido de "As Patricinhas de Beverly Hills", todos os carros tocam hip hop no ultimo, todos os homens tem muitos musculos ou muita "atitude". E sabe aquele filme "A Cor da Furia", com John Travolta, em que se pretende que ha uma dominacao racial invertida e que os brancos sao a minoria discriminada?? A noite, nas ruas de Miami Beach, eu, branco, me sinto nesse filme.

.


A sessao de "Alice", ontem, foi OK. Numa faculdade distante do centro do Festival, uma plateia minguada de 40 pessoas, ainda que bastante interessada.

O realizador espanhol Eduardo Jackson, do filme "Contracuerpo", selecionado para Veneza, eh uma otima pessoa. E o filme dele eh bom. O dele e outros dois eram claramente melhores que "Alice", que, alias, a meu ver, nao funciona com legendas.

Daqui a 40 min, outra sessao, desta vez num cinema melhor localizado. Acredito que serah mais proveitosa.

No mais, praia e almoco com Alice Braga, que hoje apresenta a cerimonia de premiacao, a qual se segue uma festa.

Por falar na praia... Bem, nao vamos falar sobre a praia. Basta dizer que Miami Beach eh a festa da aristocracia deslumbrada. Mas, indubitavelmente, tem sua graca.

Um comentário:

marco disse...

sim, a aristocracia tem seu charme, não é.